domingo, 20 de setembro de 2009

Temo o fim
Depois das fórmulas feitas
das palavras ditas
O que dizer?
O que pensar?

autor : Luis Rodrigues
foto:Mirco

sábado, 12 de setembro de 2009

Na solidão da mesma noite


Na solidão da mesma noite
e do mesmo monte
onde vasos
de luz ainda há pouco se entornavam.

Com a palma da mão
cobrindo os olhos, na retina
o fluxo de antigos silêncios,a ciência do poente perdida
na terra firme do quarto
onde há-de caber sempre

o rosto de uma figura romântica
cismando sobre um mar de nuvens.


Autor: Rui Lage
Foto:art-dg

terça-feira, 8 de setembro de 2009

ah a forma do amor devia tomar

ah a força do amor devia tornar
os corpos transparentes, até ao centro opaco
onde desejam. Se deste amor tão raro
te desejo, como pode
o duro deus negá-lo?
Este resto de vida que me cabe,
o veneno na taça, o corpo espesso,
como vivê-los sem a sombra de água
sem a língua de lume do teu sangue?
.
Autor ::António Franco Alexandre
Foto: Jark